Google+ Badge

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Breve diálogo sobre o STF, a politica e a violação do Direito no Brasil

Por Davis Sena Filho Blog Palavra Livre


— Onde está o Luiz Estevão? Tá solto, dotô.

— Onde está o Pimenta Neves? Tá solto, dotô.

— Cadê o Brilhante Ustra? Tá solto, leve e livre.

— Por onde anda o Roger Abdelmassih? Soltinho da silva.

— E o que falar do Reginaldo Pereira Galvão, o Taradão?

— Está livre como um passarinho...

— Fala-me do Salvatore Cacciola.

— Ah, este foi preso, solto, fugiu pra Itália e anos depois foi preso na Suíça. Novamente preso no Brasil, já está solto. O banqueiro realmente deixou sua Marka no STF. Não esqueçamos do Naji Nahas, tá? Aquele que quebrou a Bolsa de Valores do Rio de Janeiro.

— Cadê o Nahas?

— Dotô, adivinha... Não faça cara de espanto. Isto mesmo, solto, lépido e fagueiro.

— Qual é a situação dos irmãos Antério e Norberto Mânica?

— Estão soltos, dotô.

— Você lembra do Daniel Dantas? Lembra? Onde ele está?

— Solto dotô, mas esse assunto é antigo...

— Onde estão os políticos e empresários do mensalão do PSDB e do mensalão da compra dos votos para reeleger Fernando Henrique Cardoso — o Neoliberal I?

— Estão soltos e jamais serão punidos pelo STF e denunciados pela PGR.

— O que aconteceu com José Serra, Geraldo Alckmin e Gilberto Kassab quanto aos Trensalão e Metrosalão?

— Nada! Nadica de nada!

— E quanto à Privataria Tucana, ao Príncipe da Privataria, ou seja, a privatização vergonhosa do patrimônio público efetivada pelos tucanos quando estiveram no poder? Este, sim, o maior escândalo da história da República...

— Dotô, aí o senhor está querendo saber demais. Está me pressionando. Eu não tenho resposta pra tanta safadeza... Tanta roubalheira...

— Alston e Siemens, o que você acha?

— A imprensa tucana se cala, dotô? Até agora o que se vê são os barões de mídias atacarem o prefeito Haddad ao invés de mostrar a corrupção tucana.

— E o rouboanel, os pedágios caríssimos, os escândalos Banestado, Bicheiro Cachoeira-Demóstenes-Época-Veja?

— Ih, esquece, dotô! Não se toca no assunto e nem se publica. Além disso, os crimes da imprensa não chegam aos plenários das instâncias mais altas do Judiciário para votação e julgamento. O senhô não viu como acabou a CPI do Cachoeira? Esvaziada como um balão sem ar.

— E por onde andam todas as pessoas envolvidas com tantos escândalos comprovados e documentados? Até livros publicados têm...

— Soltas e livres, dotô! Estão curtindo a vida, dão gargalhadas de chorar e doer seus estômagos. Acho até que eles pensam que todo brasileiro não passa de um otário ou idiota. Sem comentários...

— Então a maioria dos juízes do Supremo Tribunal Federal e dos procuradores da Procuradoria Geral da República são cegos, mudos e surdos?

— ...E ingênuos! Quanta ingenuidade, dotô! Estou espantado e de queixo caído com tanta inocência. Até parece que eles nasceram ontem. Os juízes e os promotores, dotô, assim como a imprensa alienígena, têm lado, ideologia, partido político, classe social e muitos deles têm time de futebol e escola de samba.

— É mesmo, é?

— Peraí, dotô, inocência tem limite! Não vai me dizer que o senhô não sabia que esses homens e mulheres que se vestem com a cor do luto ou dos corvos e usam a capa do Zorro são politicamente conservadores, representam os interesses do establishment e lutam para manter intacto o status quo das classes sociais dominantes?

— Ouvi falar de alguma coisa, mas não sabia que a banda toca dessa maneira aqui em nosso...

— Se o senhô não sabe, quero te informar também que eu estou a pronunciar as palavras “senhô” e “dotô” por motivo de deboche, pilhéria, gozação, ironia e zombaria. Eu estou mangando do senhor, doutor, como diz o povo do nosso Nordeste, pois sei muito bem o que está em jogo neste País: a luta pelo poder, pela Presidência da República e pelo fim ou diminuição dos programas de distribuição de renda e de riqueza. A burguesia, a direita não tolera a emancipação do povo brasileiro e que ele freqüente aeroportos, restaurantes, edifícios, universidades, shoppings e visite Miami, Nova Iorque, Londres e Paris. As cortes da “elite” brasileira de caráter colonizado, subserviente, subalterno e portador de um incomensurável e inenarrável complexo de vira-lata.

— Meu Deus, eu estou chocado!

— Que é isso, dotô? Pára com isso!  Os coxinhas ricos, pobres e remediados são assim, e, o pior, sentem orgulho de suas ignorâncias e alienações. Para perpetuar a hegemonia, ou seja, os privilégios, a direita, a burguesia escravagista e seu principal porta-voz, o sistema midiático de negócios privados, precisam desconstruir o PT, desqualificar os projetos e programas dos governos trabalhistas e destruir a imagem de militantes históricos do Partido dos Trabalhadores, e, por sua vez, apostar em julgamentos que não respeitam o estado democrático de direito, a Constituição Federal e o Direito processual. É um verdadeiro domínio do fato deles e para o benefício político deles.

— E o PT vai fazer alguma coisa? Afinal, o partido venceu as eleições, a obedecer às regras democráticas e constitucionais...

Não sei dotô. O Governo Dilma tem um ministro da Justiça que tem verve e características tucanas. Sempre em cima do muro e a se recusar assumir o cargo que deveria ser o segundo mais importante da República, ao invés de ser o de ministro da Economia ou da Casa Civil. Porém, o ministro José Eduardo Cardozo não defende o Governo, não age e nem atua como amortecedor político da presidenta Dilma Rousseff quando se trata de negociar com o Congresso, com a PGR e com o STF.

— Ele é assim, é. Comporta-se desse jeito mesmo?

Sim. É o óbvio ululante, como dizia Nelson Rodrigues. O ministro Cardozo parece um burocrata, típico carreirista, que não fede e nem cheira e que, para se dar bem no futuro, prefere imitar aqueles macaquinhos que não enxergam, não falam e não ouvem. Nunca vi, meu prezado dotô, um político e ministro da Justiça tão sem opinião, tão pusilânime e tão fraco. Definitivamente, ele não lembra nem de perto o combativo, o valoroso e destemido Partido dos Trabalhadores.

— Nossa: você não está a ser radical?

Radicais e de oposição de direita são os juízes Joaquim Barbosa, Marco Aurélio de Mello, Rosa Weber, Gilmar Mendes, Luiz Fux, além de outros que recentemente se aposentaram, bem como o ex-procurador-geral de triste memória, o arrogante e partidário à direita, Roberto Gurgel.    

— Conversar com você foi muito instrutivo e agora, apesar de ser doutor, poderei analisar e avaliar melhor todo o processo do mensalão?

— Dotô, o “mensalão” do PT não foi provado e comprovado, porque se trata da maior fraude e farsa da história do STF e da PGR, que colheram e acolheram, segundo o condestável e imperativo Roberto Gurgel, “provas tênues". O “mensalão” é um ardiloso e ilegal processo político. Entendeu, dotô?

— Entendi, mas não compreendi...

As prisões de José Dirceu, José Genoíno, Delúbio Soares e a fuga de Henrique Pizzolato para Itália refletem a irresponsabilidade e a vocação ditatorial de um tribunal superior que, em hipótese alguma, preocupou-se em observar as leis do País e os direitos civis — a cidadania — garantidos pela Constituição de 1988.

O mensalão é uma farsa dantesca e inaceitável para um País que vive em uma democracia estável sob o jugo das leis. Esse caso é a maior trapaça da história deste País. O tempo e o bom senso vão mostrar, sem titubear ou vacilar, o papel de cada personagem envolvido nessa trampolinice histórica.

O “mensalão”, o do PT, visa somente favorecer o campo político conservador, e, por seu turno, manter os privilégios de uma casta muito rica, subalterna aos interesses dos países imperialistas, que se dá por satisfeita em ser colonizada, para receber sobras, em termos mundiais, daqueles que dominam o sistema de capitais em âmbito global.

Meu prezado dotô, não se apoquente, porque tem muita água para passar debaixo dessa ponte. Tais águas falarão, por exemplo, no horário eleitoral gratuito, quando a presidenta Dilma Rousseff vai mostrar o que foi feito em prol do Brasil e do povo brasileiro. Essa realidade os meios de comunicação comerciais e privados não poderão impedir.

Contanto, darei uma prévia no que diz respeito aos escândalos de corrupção, cujos autores são empresários e políticos, a maioria do PSDB, e que não são publicados e veiculados na imprensa controlada pelos magnatas bilionários de caracteres golpistas:

1)   Privataria Tucana – R$ 100,155 bilhões;
2)   Banestado – R$ 42,155 bilhões;
3)   Vampiros – R$ 2,450 bilhões;
4)   TRT – R$ 1,850 bilhão;
5)   Anões do Orçamento – R$ 855 milhões;
6)   Sonegação da Globo – R$ 615 milhões;
7)   Operação Navalha – R$ 610 milhões;
8)   Máfia Fiscal Serra/Kassab – R$ 500 milhões;
9)   Propinoduto Tucano – R$ 425 milhões;
10) Sudam – R$ 214 milhões;
11) Sanguessugas – R$ 140 milhões; e
12) Mensalão – R$ 55 milhões.

Depois o sistema representado pela imprensa imperialista tem a cara de pau de afirmar que o "mensalão" do PT é o maior caso de corrupção de todos os tempos. Só um caso de sonegação da Globo é da ordem de R$ 615 milhões.

Além da Sonegação da Globo relativa à Copa de 2002, os escândalos dos Anões do Orçamento e da Operação Navalha tiveram a participação de vários partidos. O “mensalão” do PT, supostamente de R$ 55 milhões, mesmo com a prisão de algumas de suas lideranças não foi juridicamente comprovado. Contudo, denunciado, julgado e veiculado, sistematicamente, pela imprensa empresarial desde 2005.

José Dirceu e José Genoíno, além de Delúbio Soares, sofreram a mais cruel e perversa campanha de calúnia, injúria e difamação que eu vi em todos os tempos, pois na época de Getúlio Vargas eu ainda não tinha nascido. Os ataques sucessivos e intermitentes contra esses homens se transformaram em um verdadeiro linchamento público, sem trégua e água.

Os outros seis escândalos que somam quase R$ 150 bilhões até hoje não saíram dos escaninhos do STF, do STJ, da PGR e dos ministérios públicos nos estados. E por que isto acontece? Porque no Brasil o Judiciário e o MP são instituições “pertencentes” à burguesia e aos partidos conservadores que a representam. O republicanismo está longe do modo de pensar de grande parte dos juízes e promotores. Só quem não sabia disso era o dotô; mas agora ele sabe.

A direita deita e rola e vai tentar levar o caso do “Mensalão” do PT até as eleições presidenciais de 2014. É assim que a banda toca nessas terras brasileiras. Todavia, esse panorama lúgubre e cinzento vai um dia mudar, porque o Judiciário vai ter de ser republicano, pois é seu dever e obrigação como Poder da República. Ponto.

Não sei o que vai acontecer em 2014; mas sei que essa gente togada vai ter de dar satisfação ao povo brasileiro no que concerne a julgar e se necessário punir todos os autores dos escândalos perpetrados pelos tucanos e pela imprensa comercial e privada, além de os empresários. Alguns deles são assassinos ou mandantes de assassinatos e até os dias de hoje estão soltos e a aproveitar a vida da melhor maneira possível. 


No Brasil, não se prende apenas pobre, preto e puta. A Casa Grande e seus serviçais públicos e privados acrescentaram mais um "P" à sua perversa doutrina. Os petistas também foram incluídos. Deu para entender agora a teoria do domínio do fato, com embargos infringentes ou não, dotô? É isso aí.


20 comentários:

Henrique disse...

O STF midiático é uma monarquia absoluta.

Henrique disse...

O STF é um tapetão do jogo político da Mídia Golpista.

Henrique disse...

O STF midiático e oposição esqueceram-se do principal: a supremacia do interesse público onde o povo não é mais ‘bobo’.

Henrique disse...

A teatralização do Dia da República não deu certo!!!!!!

Infelizmente e preocupante, temos uma justiça totalmente perdida do Bom Direito.

Não é necessário ser partidário para observarmos isso!

Henrique disse...

?????
O Juiz Djalma Moreira Gomes, da 25ª Vara Cível/SP, declarou o seguinte:

"A Justiça não é coisa que interessa...éuma coisa, que a Justiça acaba sendo uma...uma coisa 'pá' pobre né? Porque rico resolve as coisas dele (...) de outra maneira. Então a Justiça foi uma coisa dada pros pobres, pra eles viver (sic) brincando aí".
Então quando isso aí...quando isso ameaça muito, então é bom...Aí imagina, pô! O NOSSO SISTEMA FOI FEITO PRA NÃO FUNCIONAR. É, FOI FEITO PRA NÃO FUNCIONAR, SE FUNCIONAR, TÁ ERRADO. E SE FUNCIONAR TA ERRADO. Da forma como ele foi concebido, imagina. 'Tão' tentando dar uma mexida nisso, mas...imagina."
...
O advogado do 'membro da Justiça' o proibiu de dar entrevistas.

A entrevista, relacionada à operação Têmis da PF, foi publicado na Folha de São Paulo de 30/04/07
?????

Anônimo disse...

Mais uma acertada na mosca. Bingo! Parabéns!
Marcos Lúcio

Henrique disse...

UM POUCO DE CULTURA - GRANDE ESTRÉIA EM 2014

A sala de teatro STF, apresentará a peça chamada "A Prescrição".
É uma peça há mais de 15 anos adormecida no leito judicial.
O 'script' será redigido pela globo.
Os principais atores coadjuvantes serão a folha e a veja.
O diferencial nesta peça é que os figurantes serão os ministros do STF onde alguns ex-ministros também serão convidados para a figuração.

PARECE-ME QUE A PEÇA TRATA DE UM VERDADEIRO MENSALÃO!

Joahermen disse...

Caramba! Será que ninguém entende que muitos juízes, PSDB, Globo e laia, estão trabalhando, como sempre, para fazer do Brasil mais uma colônia dos EUAN? Será que ninguém está percebendo que os EUAN, como é de seu praxe sabotar os países pelos seus interesses soturnos, está por traz da quadrilha composta por muitos juízes, políticos e empresários com o objetivo de desestabilizar nosso país para lucrarem, em primeiro momento, vendendo suas armas para os lados antagônicos para nos trucidarmos e depois, num segundo tempo após os escombros, nos subjugarem de vez nos roubando nossa pátria definitivamente?
O que Eu acho hilário é o primeiro “afro descendente” de ter chance de ocupar uma cadeira no STF, e que é o algoz do PT, ter sido indicado pelo Lula.
Existem muitos antipatriotas em cargos cruciais e que estão sabotando nossa democracia quando, muito pelo contrário, pelos seus privilegiados cargos, deveriam ser os baluartes dela.
Não se equivoquem, sou totalmente a favor de que quem cometeu crime vá para a cadeia, o que me revolta é a utilização de um peso e duas medidas, e para mim é inadmissível juiz não ter a capacidade de se colocar acima de si mesmo e de ser tão medíocre ao ponto de ser faccioso. Continuo desafiando alguns componentes do STF, quero ver se honram o cargo que exercem ao ponto de colocarem os bandidos da privataria tucana tanto quanto a turma do trensalão e correlatos, que roubaram muitíssimo mais do que os do mensalão, também na cadeia.
Eu, que creio em Deus acima de tudo, todos e todas, como na eternidade dos seres, criaturas, almas e espíritos, tenho até pena destes indivíduos de mente tão pequena, mesquinha e egoísta, que têm poder, mas não tem moral, que estão, mas não são. Pobres coitados...
Votei no Lula nas duas últimas vezes em que ele venceu, na Dilma votei por influência dele, mas nela não voto mais. Reputo a culpa de não termos uma mídia mais democrática em nosso país a eles mesmos, e não foi por falta de meus pitacos aqui pela net avisando que este embrolho iria acontecer e de até mesmo Eu propor um abaixo assinado:
http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2011N14018
pró “Lei de Mídias Democráticas no Brasil”. Alguns ficam jogando a culpa da inércia de atitude sobre esta lei ao ministro das comunicações para livrarem a Dilma de culpa, ah! que desculpa esfarrapada, ela é que é a poderosa chefona, o ministro está no cargo nomeado por ela, faz parte da equipe de interesse dela. Onde o executivo e ou o povo dependa do congresso nacional Eu até concordo que a grande maioria é uma turma de mafiosos e que só têm e atuam por interesses próprios e que estão lá mais atrapalhando do que ajudando o desenvolvimento do nosso Brasil, (aliás, para mim, vereadores, deputados e senadores deveriam ser totalmente extintos, a legislação deveria ser realizada diretamente pelo povo), mas quanto os ministros não tomarem determinadas iniciativas isso vai bastante da orientação e determinação de quem está na presidência, pois são seus subordinados diretos.
Autor: Joahermen.

Jorge Marcelo disse...

Esses ministros que condenaram os CORRUPTOS do mensalão foram nomeados, a sua maioria, pelo Sr. Luiz Inácio Lula da Silva. Felizmente, eles tiveram a devida isenção para colocar esses bandidos na cadeia!! Agora parem de chororô e deixem os acusados cumprirem suas penas. PT = Partido dos Trambiqueiros

Anônimo disse...

Se não vota mais na Dilma, vai votar em quem?
Aécio do PSDB??
No Campos e Marina???
Vai anular?
Ah, tem dó...

Anônimo

Henrique disse...

TRAMBIQUE HONESTO!?

Joaquim Barbosa deu sumiço em provas para esconder ligação de seu filho com Marcos Valério

O Inquérito Nº2472/STF é justamente o inquérito que Joaquim Barbosa desmembrou da AP470(Mensalão) e escondeu em alguma gaveta do STF, justamente porque envolve Felipe Barbosa (FILHO DE JB) e um ex-diretor do Banco do Brasil nomeado por FHC e por quem Henrique Pizzolato foi substituído e condenado na referida ação.

Henrique disse...

TRAMBIQUE HONESTO

Joaquim Barbosa deu sumiço em provas para esconder ligação de seu filho com Marcos Valério

O grupo Tom Brasil contratou Felipe Barbosa, filho do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, para assessor de Imprensa na casa de shows Vivo Rio, em 2010. Até poucos dias atrás, antes de ele ir trabalhar na TV Globo com Luciano Huck, Felipe ainda era funcionário da Tom Brasil.

Nada demais, não fosse um forte inconveniente: a Tom Brasil é investigada no inquérito 2474/STF, derivado do chamado "mensalão", e o relator é seu pai Joaquim Barbosa.
Este inquérito, aberto para investigar fontes de financiamento do chamado "mensalão", identificou pagamento da DNA propaganda, de Marcos Valério, para a Casa Tom Brasil, com recursos da Visanet, no valor de R$ 2,5 milhões.
E quem autorizou este pagamento foi Cláudio de Castro Vasconcelos, gerente-executivo de Propaganda e Marketing do Banco do Brasil, desde o governo FHC.

Estranhamente não foi denunciado na AP-470 (chamado "mensalão") junto com Henrique Pizzolato.(megacidadania)

Henrique disse...

TRAMBIQUE HONESTO

Um dos sócios do grupo Tom Brasil, Gladston Tedesco, foi indiciado na Operação Satiagraha, sob a acusação de evasão de divisas como cotista do Opportunity Fund no exterior, situação vedada a residentes no Brasil.
Ele negou ao jornal Folha de S. Paulo que tenha feito aplicações no referido fundo.

Tedesco foi diretor da Eletropaulo quando era estatal em governos tucanos, e respondeu (ou responde) a processo por improbidade administrativa movida pelo Ministério Público.(megacidadania)

Henrique disse...

Até o fernandinho beira-mar vai se filiar ao PSDB - Só assim ele se livra da cadeia!

Anônimo disse...

Sensacional, Henrique. Ótima , oportuna e sacana sacada.
Marcos Lúcio

Mário Pinheiro disse...

É, mais agora tem preto prendendo brancos.É a lei do Talião tardia aplicada no "Supremo".E não é só o ministro da justiça pusilâneme .Tem pior:a ministra da Integração Racial quando do episódio da chegada de médicos cubanos no nordeste, das manifestações fascistas dos médicos ordinários "coxinhas",dos insultos racistas, reacionários pelo fato de muitos médicos virem de país socialista(Cuba), pelo posicionamento dos execráveis coxinhas contra o Programa Mais Médicos, etc...Pois bem a Ministra da Integração Racial só se posicionou ou fez referência a racismo.Com-ple-ta-men-te cega a outras questões. Não defendeu o Programa Mais Médicos, o Governo Dilma que a nomeou, os cidadão cubanos.Aliás a pergunta que se impõe é:por que o Ministro da Integração racial é sempre um negro?Por que parece que tem que ser um negro?Por que n ão um indígena, um branco, um amarelo. Se a estrutura desse ministério inflou,se tem muita gente lá empregada, que se "desempletore" essa estrutura.O que precisamos é de ministros que defendam projetos e programas do governo.A luta é de classes.Basta-nos os ministros e políticos da "base do governo" que temos que engolir; com seus interesses personalistas como os dessa ministra da "integração".Luta étnica, chamar mortes em crimes urbanos de genocídio, chamar a sociedade em que vivo e que procura ampliar a democracia de casa grande, chamar cidadãos de meu país de escravagistas, quando não estão nem aí para os cidadãos de nosso país que são encontrados em situações análogas à escravidão dos cidadãos de outros países aqui praticadas ofendendo leis trabalhistas.Ministério que faz discurso de igualdade manhoso exigindo privilégios para cidadãos de determinada etnia e ao mesmo tempo enfatiza a cada dia a diferença não presta. É retrógrado . Há que se ter muito cuidado.O caso dessa ministra vem somar-se ao do soba do STF. Foi pelo fato de ter se tornado "politicamente correto" nomear um negro para isso e para aquilo que estamos amargando uma infame humilhação preparada por um patife escolhido no governo Lula. Essas chamadas "ações afirmativas" de afogadilho estão dando merda.Somos um governo democrata e sua´s ações devem ser guiadas por princípios democráticos, como os do mérito e competência além de histórico de democratas e à esquerda.

Otto Lima disse...

Os coxinhas aplaudem o Min. Joaquim Barbosa por ele ter julgado, condenado e mandado prender baluartes do PT, mas nada dizem sobre o STF não fazer o mesmo com os mensaleiros demotucanos e outros criminosos de lesa pátria. Pior do que isso, eles ainda estranham (quando não rejeitam) a ideia de que um negro pode prosperar honestamente sem ser artista ou jogador de futebol.

Os coxinhas foram às ruas protestar contra a corrupção, mas, no seu dia a dia, eles:

- Furam fila no caixa do supermercado;
- Estacionam em fila dupla ou em vagas reservadas a deficiente físicos ou idosos;
- Fingem que dormem no ônibus para não ceder seus lugares a deficientes físicos, idosos, gestantes ou lactantes;
- Compram CDs e DVDs piratas;
- Trazem muamba do Paraguai ou de Miami sem pagar impostos;
- Fazem migué na declaração do Imposto de Renda;
- Bebem todas e depois consultam o Waze ou o Twitter para fugir da blitz da Lei Seca;
- Colam na prova da escola ou da faculdade;
- Vão ao plantão do hospital só para bater ponto e depois vão embora;
- Pedem atestado médico sem estarem doentes, só para não terem que trabalhar...

Anônimo disse...

Davis, uma vez aconselhei uma leitora daqui a ler também o blog do Josias.
Ela disse que detestava o cara.
Você viu a charge do Aroeira que o Josias publicou hoje no blog dele?
Pra quem não viu, é ótima!

Anônimo

Mário Cesar Serafim disse...

Dois poeminhas meus, em "homenegam" ao capitão do mato, Joaquim Barbosa Silvério dos Reis:

BOBO DA CORTE I

Como é triste vê-lo condenar
Ao PT com tanto empenho,
Simplesmente para agradar
Aos ricos donos do engenho!

BOBO DA CORTE II

Meu Deus... será mesmo que ele
Trairia um país inteiro
Pensando que a Globo faria dele
Um Obama brasileiro?

Zaitsev19721 disse...

Olá amigos! Vamos, juntos, continuar combatendo as mentiras e manipulações do consórcio PIG-oposição? Curtam e compartilhem: http://www.facebook.com/Brasilantipig